Como fazer cálculo de férias dos colaboradores?

Quer descobrir como fazer o cálculo de férias dos colaboradores? Confira os exemplos que apresentamos neste artigo.

Pessoa de férias do trabalho
Para fazer o cálculo de férias, é necessário considerar uma série de fatores, incluindo salário base, a data de pagamento, o dia que a pessoa vai sair de férias e período de férias (Imagem de aleksandarlittlewolf no Freepik).

As férias representam um dos momentos mais esperados pelos colaboradores. Mas, para quem faz os cálculos dos valores a serem pagos, esse momento pode ser bastante complicado. Principalmente, porque alguns cálculos exigem bastante atenção.

Para fazer o cálculo de férias, é necessário considerar uma série de fatores, incluindo salário base, a data de pagamento, o dia que a pessoa vai sair de férias e período de férias.

A seguir, nós mostramos um passo a passo de como fazer o cálculo em diferentes situações como férias integrais, férias proporcionais e cálculo do 1/3.

Como uma empresa de importação calcula o Simples Nacional?

Como fazer o cálculo de férias integrais?

A cada 12 meses trabalhados, o colaborador tem direito a 30 dias de férias. Ele também pode optar por dividir esses 30 dias em até três períodos, desde que um deles tenha, no mínimo, 14 dias e nenhum deles tenha menos do que 5 dias.

Quando se trata de férias integrais, ou seja, o colaborador optou por tirar 30 dias de uma vez só, então o cálculo é mais simples.

NFS-e: Receita lança o aplicativo da Nota Fiscal Eletrônica de Serviço.

Salário base x dias trabalhados

O primeiro dado que você precisa ter em mãos é o valor do salário base do colaborador. Então, deve calcular a remuneração proporcional a 1 dia de trabalho e multiplicar pelo número de dias que ele vai tirar de férias.

Vamos supor que o salário base seja de R$3.000,00 e vai tirar 30 dias. O valor por dia é de R$100,00.

Veja mais: Imposto de Renda no Lucro Presumido, saiba como calcular!

Como calcular o 1/3 das férias?

Além do seu salário, o trabalhador deve receber mais 1/3 do valor ao tirar férias. Para calcular, basta dividir o salário total por três. No caso do salário de R$3.000,00, dividindo por três, o 1/3 é de R$1.000,00. Por fim, faça a soma do salário + 1/3 de férias.

Porém, o valor final ainda não é este. Ainda é necessário considerar os descontos do INSS.

Quer uma planilha para executar o cálculo do Lucro Presumido? Baixe agora.

Descontos de INSS

Os descontos do INSS recaem sobre o valor total das férias já com o 1/3 acrescido. A alíquota varia conforme a tabela divulgada pelo governo. Então, basta descobrir a porcentagem e subtrair do valor total.

Como calcular férias com menos de 30 dias?

Já explicamos acima como é feito o cálculo das férias integrais. Caso o funcionário vá tirar férias com menos dias, você só precisa fazer o cálculo do valor da diária e multiplicar pela quantidade de dias a serem tirados.

Ou seja, se o valor da diária é de R$100,00 como citamos no exemplo, e o funcionário vai tirar 15 dias de férias, então o valor será de R$1.500,00 para o salário. Então, basta calcular o 1/3 de férias e os descontos do INSS, conforme já mostramos.

Fique atento: Golpe do Boleto! Saiba o que fazer para não cair nesse golpe.

E como calcular abono pecuniário?

O abono pecuniário é o direito de venda das férias por parte do empregado. Ele pode negociar 1/3 dos dias. Caso isso aconteça, é preciso calcular o valor referente aos dias que serão tirados de férias, o 1/3 e ainda, o valor referente ao pagamento dos 10 dias.

No exemplo onde o valor da diária é de R$100,00, o total do abono referente à 10 dias seria de R$1.000,00.

Por fim, é necessário ainda descontar o INSS do valor total.

Saiba o que é contabilidade consultiva, acesse a matéria!

Como calcular férias proporcionais?

As férias proporcionais são pagas quando o funcionário faz a solicitação das suas férias fora do período de 12 meses, ou ainda, quando ele vai se desligar da empresa, seja por demissão ou por iniciativa própria.

Para mostrar como realizar o cálculo, seguiremos com o exemplo do salário base de 3 mil reais.

Para calcular, você precisa dividir o valor por 12 para descobrir qual o valo correspondente a cada mês. Neste caso, o resultado é R$250,00.

Vamos supor que você precisa pagar férias proporcionais de 6 meses. Então, basta multiplicar R$250 por 6. O resultado é R$1.500,00.

Deve ainda, ser acrescido o percentual relativo de 1/3 a ser pago juntamente com o valor proporcional.

Você ainda tem alguma dúvida sobre o cálculo de férias dos colaboradores? A CLM Controller pode ajudar sua empresa a otimizar o processo de cálculo e tornar essa demanda mais simples e rápida.

Somos um escritório de contabilidade com mais de 40 anos de experiência e contamos com soluções modernas e eficientes para ajudar o seu negócio a ter uma gestão contábil organizada, eficiente e simplificada.

Entre em contato conosco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 8 =

Ao continuar, você concorda que este site usa cookies apenas para fins estatísticos e funções que aprimoram sua navegação, sem rastreamento pessoal.