O que é ERP?

Entenda o que é um sistema ERP e como ele pode contribuir com a automatização de tarefas, integração de dados e suporte à gestão do seu negócio.

O que é ERP?
ERP é a sigla para “Enterprise Resource Planning”, que em português significa “Planejamento dos Recursos da Empresa”.

O Planejamento de Recursos Empresariais (ERP) é um sistema que ajuda a administrar toda a empresa com agilidade e inteligência.

Trata-se de uma solução tecnológica que abrange um conjunto de serviços para atender as diferentes áreas do negócio, com ferramentas para a automatização das tarefas de rotina, armazenamento de dados, emissão de relatórios e outras funcionalidades.

Além de agilizar as operações, aumentar a organização e a produtividade, o sistema faz a integração de dados e informações de todos os setores, facilitando o acesso e gestão dos dados.

Se você ainda não conhece o ERP e quer entender como tudo isso funciona, confira a seguir o conteúdo que preparamos para você.

Saiba também: O que é Patrimônio Líquido e como calcular o valor.

O que é ERP?

ERP é a sigla para “Enterprise Resource Planning”, que em português significa “Planejamento dos Recursos da Empresa”. É o nome dado a recursos de software de gestão empresarial que realizam a automatização de processos, armazenam dados e unificam a visualização de resultados.

Cada departamento precisa de uma ferramenta para execução de tarefas rotineiras e geração de relatórios. Com o ERP é possível obter um conjunto de serviços interligados entre si que unifica as informações e facilita o fluxo de trabalho entre diferentes setores da empresa.

Por conta disso, ele também é chamado de sistema de registro da organização. Além de centralizar o fluxo de trabalho, permite o alinhamento das informações e da comunicação entre todas as áreas, o que facilita muito o processo de tomada  de  decisão.

Desta forma, ao invés da empresa contratar vários softwares isolados, ela utiliza o ERP para concentrar suas informações de maneira integrada e inteligente.

Saiba: O que é o Defis e como declarar?

Como surgiu o sistema ERP?

Para se chegar até as ferramentas tecnológicas disponíveis na atualidade, os primeiros passos foram dados ainda na década de 1950.

Na época, foi utilizado o primeiro mainstream para automatização de controle de estoque. Porém, até então tratava-se de uma solução muito cara, lenta e pouco acessível.

Em 1970 começou a ocorrer uma evolução do sistema de gestão com o Material Requirement Planning (MRP) da Black and Decker. Com a chegada das redes de computadores na década de 80, começou a se tornar possível a integração dos departamentos das empresas utilizando softwares.

Nos anos 90, com o avanço das redes e da arquitetura computacional, as grandes empresas começaram a aderir a ferramentas de controle e gestão.

Gradativamente, o conceito foi evoluindo e sendo aperfeiçoado até chegar nos sistemas ERP atuais, com nível gerencial bastante apurado, operações em Cloud, ferramentas customizáveis e especialistas por segmentos.

Veja também: B2B x B2C: Entenda as diferenças dos dois modelos de negócios.

Como funciona um sistema ERP?

O principal objetivo do sistema ERP é fazer uma organização inteligente de todo o volume de informação gerado pelo negócio. Para isso, utiliza uma  estrutura robusta, capaz de auxiliar todos os departamentos com funcionalidades que atendem suas tarefas de rotina como controle financeiro, gestão de colaboradores, gestão de suprimentos, etc.

Por se tratar de um sistema robusto, é possível que a empresa insira os módulos que melhor funcionam na sua rotina de trabalho e que auxiliem de forma mais completa a gestão.

A partir disso, o sistema pode rodar em todos os departamentos fazendo o fluxo interno de informações de maneira eficiente.

As principais características dos sistemas ERP são:

  • Integração fácil e rápida de todas as áreas da empresa;
  • Flexibilidade para se adaptar os mais diversos tipos de negócio;
  • Processos 100% automatizados;
  • Fluxo interno de informações único;
  • Acompanhamento dos dados em tempo real;
  • Suporte à tomada de decisão.

Dica CLM Controller: Quer saber como fazer o cálculo de férias dos colaboradores?

Qual a importância do ERP?

Podemos descrever o ERP como o sistema nervoso central das empresas. Pois, ele oferece automação, integração e inteligência para uma execução assertiva e eficiente de todas as operações diárias do negócio.

Suas soluções compreendem todas as áreas, como finanças, RH, serviços, produção, cadeia de suprimentos, procurement e outros.

Dessa forma, todos os setores saem ganhando. O financeiro com maior rapidez para fechamento das contas, o setor de vendas com a gestão de ordens do cliente, a logística com dados precisos dos clientes, a gerência com o acesso ágil às informações e assim por diante.

O ERP tem ganhado cada vez mais importância no mercado e o que prova isso é a taxa de adesão. De acordo com dados do G2, o mercado global de software ERP deverá atingir US $78,40 bilhões até 2026, com crescimento anual de 10,2% de 2019 a 2026.

Veja também: Imposto de Renda no Lucro Presumido, saiba como calcular!

Vantagens do ERP para as empresas

Ao contratar um sistema ERP, a empresa consegue adaptá-lo para as necessidades do negócio, ou seja, ele é moldado para cada empresa. Inclusive, ele permite a integração de filiais, tornando a comunicação entre empresas mais rápida e efetiva.

Além disso, o ERP vai proporcionar vantagens como:

  • Otimização e automatização dos principais processos do negócio, aumentando a organização e a produtividade;
  • Criação de uma fonte única de informações com respostas rápidas, eliminando silos de informações e gerando insights de grande alcance;
  • Rapidez na emissão de relatórios sobre o negócio para aprimoramento de desempenho em tempo real;
  • Redução de riscos e erros;
  • Simplificação das operações de TI da empresa;
  • Mais agilidade para consultar informações e tomar decisões.

Quer uma planilha para executar o cálculo do Lucro Presumido? Baixe agora.

Funcionalidades do Sistema Omie

A CLM Controller é parceira da Omie e especialista nos sistemas fornecidos pela empresa.

O ERP da Omie é dividido em seis módulos que atendem os negócios de ponta a ponta (CRM, Vendas e NF-s, Finanças, Painel do Contador, Estoque e Produção, Serviços e NFS-e).

As empresas podem personalizar as soluções para atender às suas demandas e fazer um aproveitamento completo do que o ERP tem para oferecer.

Quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato com nosso time de atendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =

Ao continuar, você concorda que este site usa cookies apenas para fins estatísticos e funções que aprimoram sua navegação, sem rastreamento pessoal.