O que é o golpe do boleto?

No cenário empresarial, o Golpe do Boleto se tornou uma preocupação significativa. Golpistas têm aprimorado suas táticas para explorar a confiança das empresas, resultando em prejuízos financeiros consideráveis. Neste artigo, exploraremos exemplos concretos de golpes do boleto direcionados a empresas e apresentaremos estratégias eficazes para prevenção.

[Artigo]: A personalização dos serviços contábeis potencializando os negócios

Exemplos de golpes do boleto em empresas

Boletos falsificados para pagamentos de fornecedores

Golpistas muitas vezes enviam boletos falsos, simulando serem fornecedores legítimos. Esses documentos fraudulentos apresentam detalhes semelhantes aos verdadeiros, induzindo as empresas a realizar pagamentos em contas controladas pelos criminosos.

[Artigo]: Desafios contábeis na consolidação financeira de multinacionais

Alteração de dados em boletos de cobrança

Os golpistas podem interceptar boletos legítimos durante o processo de envio e alterar informações cruciais, como o valor a ser pago ou os dados do beneficiário. Essas modificações dificultam a detecção do golpe.

[Artigo]: Como erros contábeis afetaram o patrimônio do Magazine Luiza

E-mails de phishing direcionados a setores financeiros

Setores financeiros de empresas são frequentemente alvos de e-mails de phishing. Essas mensagens falsas podem conter links maliciosos, levando os funcionários a fornecerem informações sensíveis ou a realizarem pagamentos em contas fraudulentas.

[Artigo]: Roubo ou furto de mercadoria durante o transporte: ICMS e IPI destacados na nota fiscal

Sua empresa esta

Pronta para a LGPD?

SAIBA MAIS

Os golpistas variam o método e se utilizam da criatividade para enganar o consumidor

Veja os golpes mais comuns:

“Mandamos o boleto por engano…” ou “Segue um novo código de barra para pagamento” – Fique atento!
O golpista entra em contato falando que vai enviar novo boleto ou código de barra, afirmando que o documento anterior foi cancelado por desvio ou engano. A fatura é uma cópia fiel da original, por isso, sempre que for realizar uma compra, se atente para pagar apenas o boleto emitido pela loja responsável. No caso de uma “segunda via”, se você realmente solicitou, só pague a fatura, quando vencer a primeira!

Pressão por meio de e-mail com título: “Não constatamos o pagamento” ou mesmo “Seu boleto está em aberto”.

Outro golpe comum! Visto que os golpistas contam com o desespero do consumidor em pagar o que é devido, eles encaminham um link, um PDF ou outro arquivo anexado ao e-mail.
Esse link faz com que o consumidor acesse uma página falsa onde é direcionado a baixar um arquivo malicioso que altera os dados de pagamento do boleto para o número da conta do golpista.
Antes de abrir qualquer arquivo, é importante que passe um antivírus para ter certeza que não é um golpe.
Crédito pré-aprovado ou Desconto para pagamento de dívidas também são artifícios para aplicar o golpe.
Através da receptação dos dados do usuário, o larápio sabe se existe alguma dívida no nome da pessoa e entra em contato para oferecer crédito fácil com juros extremamente baixos ou descontos absurdos para quitação das dívidas. Se você se interessou pela proposta, entre em contato com a empresa em questão antes de contratar qualquer serviço!

Estratégias de prevenção para empresas

Autenticação de dois fatores (2FA)

Implemente a autenticação de dois fatores em sistemas que lidam com transações financeiras para adicionar uma camada extra de segurança.

Validação de e-mails e boletos

Sempre valide e-mails recebidos, especialmente os que contêm boletos. Certifique-se de que estão vindo de fontes confiáveis.

Atualizações de segurança

Mantenha seus sistemas e softwares de segurança sempre atualizados para proteger contra possíveis vulnerabilidades.

Treinamento de equipe

Eduque sua equipe sobre as práticas de segurança online e como identificar tentativas de golpes.

Confirmação com fornecedores

Antes de realizar pagamentos significativos, confirme diretamente com seus fornecedores por meio de canais seguros.

[Artigo]: Como a LGPD afeta empresários estrangeiros no Brasil

Conclusão

O Golpe do Boleto representa uma ameaça significativa para as empresas, exigindo uma abordagem proativa em termos de segurança. Ao adotar medidas rigorosas de verificação, fortalecer a comunicação com fornecedores, treinar funcionários e implementar sistemas de segurança robustos, as empresas podem se proteger contra esse tipo de fraude. A vigilância contínua é fundamental para manter a integridade financeira das empresas e garantir operações comerciais seguras e confiáveis. Esteja um passo à frente dos golpistas, protegendo seus ativos e fortalecendo a segurança do seu negócio.

Se precisar contar com uma assessoria contábil experiente, capaz de fornecer as melhores estratégias para sua empresa melhorar a performance financeira, conheça agora as soluções da CLM Controller.

Planilha de Cálculo

Lucro Presumido

BAIXE GRÁTIS

Faça um Upgrade Financeiro:

Fale com a gente!

WHATSAPP CHAT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =

Ao continuar, você concorda que este site usa cookies apenas para fins estatísticos e funções que aprimoram sua navegação, sem rastreamento pessoal.